Coelho Neto

Escritor e político brasileiro

Biografia de Coelho Neto:

Coelho Neto (1864-1934) foi escritor e político brasileiro. Integrou o Parnasianismo, movimento essencialmente poético que reagiu contra os abusos sentimentais do românticos. Usou em sua obra um vocabulário cheio de artifícios retóricos. Escreveu mais de cem livros e aproximadamente 650 contos. Foi membro fundador da Academia Brasileira de Letras, ocupou a cadeira n.2.

Coelho Neto (1864-1934) nasceu em Caxias, Maranhão no dia 20 de fevereiro de 1864. Filho do português Antônio da Fonseca Coelho e da índia Ana Silvestre Coelho. Em 1870, a família vai morar no Rio de Janeiro. Foi aluno do Colégio Pedro II. Estudou Medicina e Direito mas não concluiu nenhum dos cursos. Participava de movimentos abolicionistas e republicanos.

Em 1885, conhece José do Patrocínio, que o introduziu na redação do jornal Gazeta da Tarde e no periódico A Cidade do Rio. Em 1890, casa-se com Maria Gabriela Brandão, juntos tiveram quatorze filhos. Nesse mesmo ano ocupa a Secretaria do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Em 1891, publica sua primeira obra "Repsódias", um livro de contos. Em 1892, leciona História da Arte na Escola Nacional de Belas Artes e Literatura no Colégio Pedro II.

Coelho Neto escreveu "Capital Federal, Impressões de um Sertanejo"(1893). Em 1896, participa das primeiras reuniões com objetivo de criar a Academia Brasileira de Letras. Publica "Sertão" e "Álbum de Caliban"(1897), "O Paraíso"(1898) e "A Conquista"(1899). É eleito Deputado Federal pelo Maranhão, para a legislatura de 1909 e 1911. Foi nomeado para a cátedra de História do Teatro e para Literatura Dramática na Escola de Arte Dramática, em 1910.

Escreveu algumas peças teatrais, mais de cem livros e cerca de 650 contos. Em 1928, foi consagrado como “Príncipe dos Prosadores Brasileiros”. De sua extensa obra literária, destacam-se também "Fruto Proibido", "O Rei Fantasma", "Contos Pátrios", "Mano", "As Estações", "Mistério do Natal" e “A Cidade Maravilhosa”. Também poeta, escreveu um soneto que se tornaria famoso "Ser Mãe".

Henrique Maximiniano Coelho Neto morreu no dia 28 de novembro de 1934, no rio de Janeiro.

Informações biográficas de Coelho Neto:

Data do Nascimento: 20/02/1864
Data da Morte: 28/11/1934
Nasceu há 150 anos
Morreu aos 70 anos
Morreu há 79 anos

Última atualização do biografia de Coelho Neto: 21/06/2012.
« Claudio Ptolomeu « Clovis Beviláqua « Coelho Neto » Confúcio » Cora Coralina »