Confúcio

Filósofo chinês

Biografia de Confúcio:

Confúcio (551 a.C.-479 a.C.) foi um filósofo chinês, criador do confucionismo, um conjunto de ensinamentos sobre moral e ideologia política que veio a triunfar na China por volta do século II a.C.

Confúcio (551 a.C.-479 a.C.) nasceu na cidade de Tsu, Estado de Lu (atual província do Shantung), provavelmente em 551 a.C. Sua família apesar de descende dos Shag – a segunda dinastia da China antiga, viviam sem recursos o que não lhe permitiu ter mestres regulares durante a infância. Aprendeu sozinho a letras, a arte dos arqueiros e música. Mostrou-se muito ambicioso e conseguiu um emprego de contador na administração local.

Na China do século VI a.C. não havia leis gerais ou autoridades reconhecidas. Prevalecia um estado de constante anarquia, de absoluta falta de segurança para quem não dispõe de força armada para a autodefesa. O contato diário com a miséria sensibilizava Confúcio e o desejo de ambicionar posições de destaque, vai sendo substituído pelo desejo de ajudar a melhorar a vida de seu povo.

Suas ideias vão aos poucos ganhando consistência. Em 1530 a.C. Confúcio abre a primeira escola para jovens, onde se estudam textos antigos e teoria de governo. Os primeiros alunos são amigos, muitos de sua própria idade. Fascinados com seus ensinamentos, buscavam novos alunos. Aos poucos Confúcio se torna um mestre famoso e respeitado. Nunca rejeita um aluno, por mais humilde que seja desde que se mostre inteligente e esforçado. Seu ideal é ver um mundo onde as guerras e as misérias sejam substituídas pela paz, boa vontade e felicidade.

Seus alunos o chamam de K’ung Fu-tsé (o mestre K’ung). O mundo ocidental o chamará de Confúcio. O mestre desenvolve uma técnica de ensino revolucionária para a época. Conversa informalmente sobre os temas propostos, organiza debates, discute através de perguntas e respostas. Sugere que os alunos devem estudar e discutir. Procura estimular em vez de punir.

Em sua escola, Confúcio além de oferecer oportunidade de estudos avançados em literatura, história e filosofia, treina seus alunos para a carreira política, já que sua meta é preparar funcionários para um novo estilo de administração pública. Estudar com Confúcio era sinônimo de subir na vida. A ideia de Confúcio era criar um novo tipo de aristocracia baseada exclusivamente no mérito pessoal , em substituição à atual nobreza militar hereditária. Assim, para ele é básico que seus alunos adotem as regras do “li” , palavra que significa cerimonial, ritual, normas de etiqueta social, enfim, boa conduta em geral.

Em 500 a.C., Chi K’ang-tsu, o chefe da poderosa família que controla o estado de Lu lhe oferece o cargo de Conselho do Estado. Confúcio anima-se, julga que será consultado em todas as decisões importantes, mas o cargo não tem nenhum poder, é apenas uma função, uma vez que ele é mais perigoso fora do que dentro do governo.

Desiludido, Confúcio resolve renunciar o cargo e abandona o Estado de Lu. Em 493 a.C., com 58 anos, parte em viagem por vários estados da China, que se estenderá por dez anos, acompanhado por dois de seus discípulos. Ao atravessar o Estado de Song, sofre um atentado de um nobre importante, Huan T’ui, que considera Confúcio um corruptor da juventude. Depois de várias andanças, desapontado resolve regressar ao Estado de Lu e retoma o trabalho em sua escola. Durante sua peregrinação afirmou os fundamentos de sua filosofia cujo conceito central é o “Tao”, palavra empregada para significar via, caminho, rota.

Pouco se sabe sobre os últimos dias de Confúcio, mas há provas que ele dedicou-se a ordenar os manuscritos e as informações coletadas durante suas viagens. Organizou o “Livro de Poesia”, antologia que chegou até os dias atuais. Não deixou de lecionar e de exercer influência nos assuntos políticos, através de seus discípulos.

Confúcio faleceu em 479 a.C. Após sua morte seus discípulos se dividiram em oito seitas. Só depois de sofrer grandes modificações o “Confucionismo” veio a triunfar na China por volta do século II a.C.

Última atualização do biografia de Confúcio: 04/06/2015.
Biografias Relacionadas
« Coelho Neto« Conde de Saint-Simon«Confúcio»Cora Coralina »Cordeiro de Farias »