Jean de La Fontaine

Poeta e fabulista francês

Biografia de Jean de La Fontaine:

Jean de La Fontaine (1621-1695) foi poeta e fabulista francês. Autor das fábulas, "A Lebre e a Tartaruga" e o "Lobo e o Cordeiro", entre outras.

Jean de La Fontaine (1621-1695) nasceu em Château-Thierry, na região de Champagne, França, no dia 8 de julho de 1621. Filho de Charles de La Fontaine, superintendente das águas e florestas, e de Françoise Pidoux. Em 1641 ingressou no Oratório de Reins, mas logo viu que a vida religiosa não lhe agradava. Saiu do convento e entrou no curso de Direito, mas também, o estudo das leis, não lhe agradou.

Em 1647, seu pai resolveu casá-lo. A noiva Marie Héricart, tinha dezesseis anos e um dote de 20 000 libras. Onze anos depois seu pai morre e La Fontaine herda o emprego de superintendente das águas e florestas. Mas, convicto que o trabalho realmente não lhe satisfazia, vendeu o cargo, abandonou a mulher e os filhos e rumou para Paris.

Na capital francesa frequentava o ambiente literário, onde conheceu escritores, poetas e dramaturgos importantes, como Corneille, Madame de Sévigné, Boileau, Racine e Molière. Com os três últimos travou importante amizade. Com quatro anos de estada em Paris, escreveu uma comédia, "Clymène", e um poema, "Adônis".

La Fontaine só se tornou conhecido em 1664, com os contos e com suas primeiras fábulas, dedicadas ao filho de Luís XIV. Recebia do rei uma pensão anual de mil francos, e ainda a amizade de Fouquet, superintendente das finanças reais, que lhe concedeu um emprego, para ajudar na sua obra poética.

Quando Fouquet caiu em desgraça perante o rei e foi preso, La Fontaine escreveu para ele sua primeira obra de real valor poético, "Elegia às Ninfas do Sena". La Fontaine que com a publicação de outras fábulas suas, despertou a antipatia de Luís XIV, não ficou desprotegido, duas senhoras da corte, as duquesas de Bouillon e d'Orléans, hospedaram-no em suas mansões.

Em 1663, o escritor foi recebido na Academia Francesa, graças às suas "Fábulas Escolhidas Postas em Verso", publicadas entre 1668 e 1694. Como Acadêmico viveu durante vinte anos na casa de Madame de La Sablière e depois, na mansão de Madame D'Hervart.

Com a aproximação dos escritores Voltaire e Molière, escreveu "Contos" e "Os Amores de Psique e Cupido". Em 1668, foram publicadas as "Fábulas Escolhidas", uma coletânea de fábulas de fundo moral, divididas em 6 partes e dedicadas ao rei Luís XIV. A obra era composta por estórias, cujos personagens principais eram animais. Fez grande sucesso na França. Suas fábulas mais conhecidas são "A Lebre e a Tartaruga", "O Leão e o Rato", e recontou a fábula "A Cigarra e a Formiga", atribuída a Esopo.

Jean de La Fontaine faleceu em Paris, no dia 13 de abril de 1695. Seu corpo foi sepultado no cemitério Père-Lachaise ao lado do dramaturgo Molière, em Paris.

Informações biográficas de Jean de La Fontaine:

Data do Nascimento: 08/07/1621
Data da Morte: 13/04/1695
Nasceu há 393 anos
Morreu aos 73 anos
Morreu há 319 anos

Última atualização do biografia de Jean de La Fontaine: 29/11/2012.
« Jânio Quadros « Jardel Filho « Jean de La Fontaine » Jean-Jacques Rousseau » Jean-Paul Sartre »