Zumbi

Líder da resistência negra

Biografia de Zumbi:

Zumbi dos Palmares, foi o líder da resistência negra do Quilombo dos Palmares. Localizado ao sul de Pernambuco, no atual Estado de Alagoas, numa região de palmeiras e mata tropical fechada. Os quilombos eram os locais onde os escravos fugitivos se refugiavam. Palmares foi organizado por volta de 1630, durou 65 anos e chegou a agrupar mais de 30 mil habitantes.

Zumbi nasceu em 1655, dentro do quilombo. Era neto da princesa negra Aqualtune, e sobrinho de Ganga Zumba e Gana Zona, chefes dos mocambos mais importantes do Quilombo, que era constituído por dezenas de aldeias. Para sensibilizar o deus da guerra, recebeu o nome de Zumbi.

Desde 1600, alguns escravos fugitivos dos engenhos de açúcar, já se refugiavam na serra da Barriga. Em 1602 e 1608, duas entradas sob o comando de Bartolomeu Bezerra, chegaram à serra, sem conseguir localizar dos fugitivos. Em 1630, o quilombo já estava formado. Pernambuco vivia sob o domínio holandês. Em 1644 e 1645, expedições holandesas foram organizadas para destruir o quilombo, sem sucesso. Em 1654, os holandeses foram expulsos e a decadência econômica diminuiu a necessidade de mão de obra escrava.

Palmares era uma longa faixa, paralela à costa situada entre o Cabo de Santo Agostinho em Pernambuco e parte norte do curso inferior do rio São Francisco, hoje Estado de Alagoas. Em 1660, o Quilombo dos Palmares já tinha seu primeiro rei, Ganga Zumba, filho de Aqualtune, que chefiava as aldeias, chamadas mocambos.

Zumbi participou da batalha em que a expedição de Jacomé Bezerra foi derrotada, em 1673. Em 1674, nova expedição contra o Quilombo, que sofre várias perdas mas resiste. Em 1675, contra as tropas de Manuel Lopes Galvão, Zumbi é ferido com dois tiros na perna, mas continua lutando. Zumbi surgia como grande guerreiro, seu nome e coragem começava a virar lenda.

Em 1677, Fernão Carrilho ataca o mucambo de Aqualtune. Ganga Zumba e a maioria de seu povo foge. Depois de sucessivas vitórias, Carrilho instala um arraial em pleno coração dos Palmares. Em 1678, Ganga Zumba manda ao Recife, três filhos e doze negros, acompanhando um emissário do governador, para fazer um acordo de paz. Palmares ganhou condição de vila e Ganga Zumba torna-se mestre-de-campo.

Zumbi não concorda, para ele não se trata só de viver livre mas, libertar os que ainda eram escravos. Recebeu apoio de vários mocambos. Ganga Zumba perde terreno, é envenenado e Zumbi é o novo líder guerreiro. Zumbi, rei, enfrenta batalhas sangrentas. Em 1691, o bandeirante Domingos Jorge Velho, com mais de mil homens, invade o mocambo do Macaco, onde Zumbi comandava a resistência. Depois de várias lutas, Zumbi foge para Porto Calvo. Em 1694, novo ataque destrói o quilombo. Comandados por Zumbi e entrincheirados na serra da Barriga, os palmerinos resistem até a morte.

Zumbi dos Palmares é capturado no dia 20 de novembro de 1695. É decapitado e sua cabeça levada para o Recife, que por ordem do governador é espetada em um poste, para exposição pública, até sua total decomposição. No dia 20 de novembro é comemorado o Dia da Consciência Negra.

Última atualização do biografia de Zumbi: 15/06/2012.
« Ziraldo « Zizinho « Zumbi